Faça parte dessa Turma

 

  • DOAÇÕES
    Pra você que acredita que a educação inclusiva é a melhor saída para enfrentar qualquer diferença, faça a sua doação.
    Doação única via depósito bancárioDados da conta: Associação Turma do Jiló CNPJ - 22.853.953/0001-35 Banco Itaú (341) Agência: 0758 C/c: 08655-7
    Para se tornar um mantenedor da turma ou doações via boleto bancário, favor enviar email para contato@turmadojilo.org Para doações via cartão de crédito ou débito, clique no botão abaixo:
  • Eventos
    Evento realizado: Jantar beneficente
  • Parceiros
  • COLABORADORES

E-MAIL

contato@turmadojilo.org

REDES SOCIAIS

Enviando formulário…

O servidor encontrou um erro.

Formulário recebido.

PROJETO PILOTO

 

 

A Turma do Jiló realiza em parceria com a Escola C. M. Professora Benedita Odette de M. Savoya, situada em Santana de Parnaíba, um projeto piloto que visa promover práticas pedagógicas e de gestão inclusiva, assim como a melhoria da estrutura física, para o amplo desenvolvimento e autonomia dos alunos com deficiência.

 

Nosso objetivo é que este programa se torne referência nacional e internacional, sendo inspiração para toda a sociedade.

 

Educação Inclusiva

Engajamento de Causa

Palestras e Workshops

Voluntariado Jovem

Escola acessível, alegre e aberta para todos!

O programa da Turma do Jiló é elo entre os vários públicos de relacionamento no contexto escolar, para tornar este espaço uma referência em inclusão e desenvolvimento para a vida de todos os envolvidos.

Nosso trabalho é desenvolvido em seis eixos interligados que promovem ações e resultados para os alunos, professores e funcionários da escola envolvidos, assim como para a comunidade e a sociedade em geral.

  • 1. Diagnóstico

    Como início do Programa de Educação Inclusiva, a Turma do Jiló realiza um levantamento de dados e informações para identificar a demanda existente na escola e atuar de maneira consistente e transformadora. Como material para o levantamento de dados, são feitos questionários direcionados aos professores, alunos com deficiência, alunos sem deficiência e familiares dos alunos com deficiência, a fim de: Conhecer os alunos com deficiência; Entender a visão de inclusão do corpo discente; Analisar os dados já existentes; Levantar hipóteses assertivas de trabalho; Mapear as Barreiras e Acessibilidade; Mapear o perfil dos professores.

  • 2. Capacitação de Professores e Funcionários

    A Turma do Jiló acredita que um professor capacitado sabe o que faz em sala de aula. Deixa a posição de transmissor do saber e seu aluno a posição de depositário de conteúdo. A aprendizagem é construída dialeticamente, o professor inclui seu aluno, enxerga que toda criança é capaz de aprender e de surpreender com cada uma de suas novas habilidades desenvolvidas. Essa é a força na educação. Para isso, oferecemos um curso de capacitação pedagógica ao longo de um ano letivo, presencial e com apoio a distância, voltado aos professores, coordenação, supervisão e direção da escola, inspetores e profissionais da Secretaria Municipal de Educação. O curso visa transmitir a compreensão da educação especial e inclusiva e suas implicações na construção do paradigma da inclusão na sociedade atual.

  • 3. HTPC – Incluindo através da música

    A fim de impulsionar o trabalho pedagógico coletivo estabelecido pelas escolas das redes municipais de ensino, chamado Horário de Trabalho Pedagógico Coletivo (HTPC), a Turma do Jiló aparecerá como mediadora para auxiliar os professores a trabalhar com a música e dessa forma promover uma educação inclusiva. Pensamos na música, pois o ensino da música justifica-se por uma dimensão formadora única que afirma a identidade da pessoa, seu pertencimento ao grupo, conectando o indivíduo a si mesmo e aos outros. Buscando, dessa forma a inclusão em uma comunidade por um prazer e motivação comum. O desenvolvimento desse trabalho será durante o ano letivo, em encontros mensais durante o HTPC e também através de encontros adicionais, com palestras, oficinas e apresentações musicais, que serão realizados por convidados e parceiros da Turma, tendo como resultado final uma apresentação musical, realizada pelos alunos.

  • 4. Encontro com as famílias

    A Turma do Jiló trabalha com o fortalecimento do vínculo família e escola. Traz os pais para dentro da escola, através de encontros com horário pré-estabelecido, com o objetivo de oferecer um espaço de escuta e acolhimento, que promove desde a troca de informação e conhecimento até a reflexão de como é ter um filho com deficiência, aproximando os pais das necessidades e potencialidades de seus filhos.

     

  • 5. Barreiras e Acessibilidade

    Uma das condições fundamentais para a educação de alunos com deficiência é a garantia do direito de livre circulação no espaço e a adequação ambiental, atitudinal e de comunicação. Barreira e acessibilidade caminham juntas dentro da inclusão, pois, quando localizamos uma barreira, é criada uma acessibilidade como solução. A Turma do Jiló, dentro de seus eixos de trabalho (capacitação dos professores e funcionários e encontros com os familiares) e com seus parceiros, identifica as barreiras e promove a acessibilidade dos alunos com deficiência.

     

  • 6. Encerramento do Programa de Educação Inclusiva

    Realizaremos uma festa de encerramento, contendo como elemento principal o festival de música, fruto da construção coletiva do corpo docente e discente, frente aos eixos de trabalho propostos pela Turma do Jiló. Nesse festival, com auxilio do grupo de voluntários e parceiros da Turma do Jiló, haverá, também, apresentações de bandas famosas e oficinas interativas, como contação de histórias, artes, bingo, barraca de doces, artesanato e muito mais.

     

O foco principal do encerramento do programa de educação Inclusiva é presenciar o espírito da inclusão e celebrar, através da música, a aprendizagem e crescimento individual, a parceria de todos os envolvidos, comunidade escolar, grupo de voluntários e parceiros, com a esperança de continuar semeando a transformação de um novo olhar, uma nova postura. Afinal, somos todos diferentes, em busca de uma educação igual para todos!

ACOMPANHAMENTO E IDENTIFICAÇÃO DE MELHORIAS

 

A duração do programa é de um ano letivo. Após esse período, a Turma do Jiló realiza mais um ano letivo de acompanhamento da escola (DESMAME) e faz o levantamento dos resultados, melhorias e atualização do programa.

 

 

RESULTADOS ESPERADOS

 

Com o Programa de Educação Inclusiva a Turma do Jiló pretende ser um agente transformador em todos os eixos de trabalho que atua, alcançando dessa forma nosso objetivo. Ao término do programa, os resultados esperados são:

 

Professores – Que se sintam capacitados e confiantes na sua prática. Tenham enriquecido seus conhecimentos e atuem de maneira flexível, tanto em sua postura, como no currículo pedagógico. Esperamos, também, que o professor assuma seu lugar de professor como mediador do saber e tenha alegria e motivação no que faz. Seja positivo frente aos desafios diários e potencialize as habilidades de seus alunos para que, com elas, os alunos consigam desenvolver novas habilidades e aprendam de maneira significativa.

 

Familiares – Que tenhamos oferecido todas as informações listadas no programa e que essas informações possam ter sanado qualquer dúvida que os familiares possuíam e que acreditem no potencial de seu filho, desenvolvendo uma relação sem dependência e com autonomia. Pretendemos, também, que os familiares estejam inseridos no ambiente escolar de forma ativa, confiem no trabalho da escola, acompanhem o progresso de seu filho e estimulem suas habilidades.

 

Alunos com deficiência – Que os alunos com deficiência recebam uma aprendizagem digna, de acordo com suas limitações e sem a crença de que ele não é capaz. Esperamos que ele não seja visto como um diagnóstico e sim como um indivíduo, com suas particularidades e totalmente capaz. Esperamos, também, que se sintam pertencentes ao ambiente escolar e sejam vistos e acolhidos sem julgamento ou pena e que progridam dentro de suas limitações e formem-se cidadãos ativos na sociedade.

 

Alunos sem deficiência – Que tenham desenvolvido a empatia e tolerância, não só com os pares com deficiência, mas nas relações em geral, diminuindo as situações de bullying e intolerância. Que vejam os alunos com deficiência como um aluno capaz de aprender e que, para isso, é necessário uma adaptação curricular. Entendam que a adaptação curricular ocorre para aproximar o aluno com deficiência da aprendizagem em comum com a turma e não como uma vantagem. E com o eixo de trabalho “Geração de conteúdo através da música”, tenham construído seu conhecimento em relação à diversidade e enriquecido as experiências musicais, ampliando o conhecimento de novos ritmos e instrumentos.

 

 

Lacre essa ideia

Dentre nossas atividades temos a ação social, em que levantamos recursos financeiros para aquisição de material escolar adequado, cadeira de rodas adaptadas, cantinhos adaptados e pequenas obras de acessibilidade.

Dentre nossas ações, ”Lacre essa ideia” é uma ação social na qual levantamos recursos financeiros para  aquisição de material escolar adequado, como cadeira de rodas adaptadas, pequenas obras de acessibilidade e espaços adaptados.

Coletamos e mobilizamos pessoas a coletar lacres que são revertidos em recurso financeiro para viabilizar a ação. Recebemos doações de lacres que são vendidos e a renda é revertida para a compra de cadeiras de rodas adaptadas para crianças.

O ato de mobilizar pessoas por uma causa torna a ação não simplesmente assistencialista, mas de fácil propagação.

Faça parte você também! Monte sua turma!



Já fizemos a entrega de 4 cadeiras adaptadas.

500 garrafas de 2L de lacres = 1 cadeira de rodas adaptada.



Participe desta ação!

 

 

Participamos de Palestras e workshops em escolas, empresas e eventos para sensibilizar temas como:

 

 

Inclusão Social

 

Deficiência

 

Barreiras Arquitetônicas, Comunicacionais e Atitudinais

 

Diversidade e Homogeneidade

 

Bullying

 

Desafios no Mercado de Trabalho

 

Superação

 

 

As voluntárias da Turma do Jiló se juntam para realizar atividades de solidariedade e cidadania, através de atividades socioculturais e educativas. Além do seu tempo e conhecimento, não medem esforços para angariar recursos diretos ou indiretos para as crianças com deficiência, suas famílias, professores e funcionários das escolas atendidas. A festa de encerramento dos anos passados só foram realizadas e se tornaram possível devido ao engajamento e colaboração desse time tão valioso da Turma do Jiló.

Dentre nossas ações, temos a ação social com a qual levantamos recursos financeiros para aquisição de material escolar adequado, cadeiras de rodas adaptadas, cantinhos adaptados e pequenas obras de acessibilidade.

Desenvolvemos campanhas de engajamento, promovendo a arrecadação de lacres de latas de alumínio para trocar por cadeira de rodas - arrecadamos e vendemos os lacres e com o dinheiro arrecadado compramos as cadeiras de rodas para quem realmente precisa. Já possuímos uma lista de candidatos, crianças que precisam dessas cadeiras para ter uma melhor qualidade de vida. Nosso compromisso é garantir que essas crianças estejam matriculadas na rede escolar e que com a cadeira possam frequentar as aulas.

O ato de mobilizar pessoas por uma causa torna a ação além de assistencialista, de fácil propagação.

Em parceria com a ONG "Sou Voluntário", já fizemos a entrega de 3 cadeiras adaptadas. Uma para Vitória de 4 anos, moradora da comunidade da Rocinha, no Rio de Janeiro. Outra para Victoria de 5 anos, moradora do bairro Parque Vila Madalena, em São Paulo e a terceira para Daniel de 12 anos, morador do bairro Jardim Santo André, em São Paulo. As crianças estavam sem frequentar a escola por não terem cadeira de rodas.


 

Voluntariado Jovem

 

Partindo dos benefícios que o voluntariado traz tanto para a sociedade em geral, como para o indivíduo que realiza tarefas voluntárias, temos o objetivo de contribuir para a criação da próxima geração de filantropos, empreendedores sociais, ativistas e investidores sociais de impacto com base na responsabilidade, cooperação, solidariedade e compromisso.

São realizados encontros mensais com jovens adolescentes na faixa etária de 12 a 16 anos, com diversas atividades e temas atuais, além de saídas à campo para realização de trabalho voluntário

O principal objetivo é incentivar o trabalho voluntário, desenvolver a liderança e a construção de um novo imaginário social de cidadania e a troca de conhecimentos e valores. Acreditamos que engajar esses adolescentes nessa causa trará contribuições para uma sociedade mais coesa, através da construção da confiança e da reciprocidade entre as pessoas. Contribui para a causa da paz, pois abre oportunidades para a participação de todos.

Caso queira ou conheça alguém que queira fazer parte do Voluntariado e/ou Voluntariado Jovem, mande um email para contato@turmadojilo.org

 

 

 

Acesse a área de legislação:

EDUCAÇÃO INCLUSIVA

Projetos e Ações